Tabacaria

24 Nov - 27 Nov

Programa

9 Dez - 18 Dez
Kindzu
Kindzu
#Teatro #criação #audiodescrição
Apaixonei-me pela guerra mas casei com a paz. Tivemos dois filhos, a Ilusão e a Cura, um casal. Mas a guerra nunca me saiu da cabeça e do corpo. Fomos amantes ao longo da vida e a paz sempre soube. Me chamo Kindzu, o nome que se dá às palmeiras mindinhas. 
Camões: quem foi o homem e onde começa a sua lenda? O que é que o tornou nesta figura quase mítica e gigante que vive no imaginário de todos nós?! Como podemos imaginar a sua vida, o seu percurso, do qual sabemos tão pouco, aproximando-o do homem comum, apaixonado e aventureiro?
Um dramaturgo conta uma história, o somatório de acontecimentos e não acontecimentos. Confiante na peça que escreveu, leva-a a cena. As personagens em palco personificam as relações de quatro pessoas que sustentam relacionamentos sem fé, infiéis que assumem a mentira e são verdade em estado puro.
Desde a primeira metade do século XVI, que se acreditava piamente no regresso do Encoberto, que viria cumprir esse desígnio glorioso que Deus outorgara a Portugal. Uma crença coletiva, inicialmente sebastianista, que tendo como base as "Trovas" de Gonçalo Annes Bandarra permaneceu no imaginário coletivo ressurgindo em Fernando Pessoa na "Mensagem", e em Agostinho da Silva, de um sentir português muito próprio, capaz de abrir novos mundos ao mundo. Se há uma “alma” portuguesa, identitária é no diálogo entre estes autores que a podemos reencontrar.
A segunda edição do Festival Solos Ibéricos decorre de 22 de outubro a 20 de novembro e conta com dois espetáculos espanhóis e três espetáculos portugueses. Por ordem cronológica, serão apresentados: “Stand Down”, de Ángel Fragua [PT], “Mecha Show You”, da Cia. Jimena Cavalletti [ES], “Os qu’emigraRAM”, da OITO (Oficina de Ideias das Terras do Oeste – Associação Cultural) [PT], “Samotracias”, da Mákina de Cena [PT] e “Trilla”, da companhia La Phármaco [ES].
Partindo de dois contos de Félix Albo, “Secretos de Familia” e “Un Roble en um Cementerio”, Ángel mostra-nos neste “Stand Down” porque razão morrer de amor pode ser só o início de uma estória. “Stand Down” é um espectáculo para rir, sorrir, ficar sério e até chorar, se for o caso. Um espetáculo a solo, sem grandes recursos cénicos, onde a palavra assume especial importância e onde as experiências pessoais do ator se cruzam com as experiências de uma outra pessoa que não está em palco.
“Mecha Show You”, com total humor e máxima tolice, fala sobre o sucesso e o fracasso, sobre o peso que a aprovação constante tem nas nossas vidas. Como se ter sucesso fosse a única condição que podemos partilhar com os outros. Contudo, tanta pressão pode acender o rastilho e fazer Mecha explodir!
O que é que define a tua casa? Partindo de uma recolha de testemunhos junto daqueles que ficaram deixando os olhos postos no m(ar), propomos uma viagem pelo mais íntimo das veredas e caminhos desta terra fértil, tentando perceber o que dela brota, se ainda restam razões para sorrir... mesmo que no mais recôndito impasse.
“Samotracias” é o grito de três mulheres que encarnam o rosto e a voz de um coro anónimo de migrantes. Três mulheres com idades e destinos diferentes que se agarram ao seu sonho de emigrar, invocando, tanto no desespero como nas palavras, as primeiras personagens beckettianas, perdidas numa estrada inacabada e repleta de obstáculos.
“Trilla” é o resultado do encontro entre Le Parody e Luz Arcas, uma indagação entre os mundos que partilham, o folclórico e o eletrónico, e a necessidade de questionar as estruturas verticais que historicamente nos dominam.
A partir da obra de Fernando Pessoa e continuando o processo de investigação sobre os sonhos e o acesso ao inconsciente como forma e método e alargar a consciência vimos abordar mais um texto emblemático de Álvaro de Campos. A heteronímia é um artificio literário e artístico que nos revela caminhos e abre inúmeras possibilidades acerca do que somos. Acerca do encontro com os “comigos de mim mesmo”.
10 Jun - 10 Jun
17:00
17:00 Somos Todos Camões
Somos Todos Camões
#Teatro
25 Jun - 25 Jun
17h00
17h00 Apresentação: “Caleidoscópio – Olhar o Belo em III Actos”
Apresentação: “Caleidoscópio – Olhar o Belo em III Actos”
#Livros
28 Set - 8 Out
Numa Manhã de Nevoeiro
Numa Manhã de Nevoeiro
#Teatro
22 Out - 20 Nov
II Festival
II Festival
#Festival Solos Ibéricos II
22 Out - 23 Out
Stand Down
Stand Down
#Festival Solos Ibéricos II
29 Out - 30 Out
Mecha Show You
Mecha Show You
#Festival Solos Ibéricos II
5 Nov - 6 Nov
Os qu’emigraRAM
Os qu’emigraRAM
#Festival Solos Ibéricos II
12 Nov - 13 Nov
Samotracias
Samotracias
#Festival Solos Ibéricos II
19 Nov - 20 Nov
Trilla
Trilla
#Festival Solos Ibéricos II
24 Nov - 27 Nov
Tabacaria
Tabacaria
#Teatro #criação #audiodescrição
{ Fechar }